Amor, amar, amando...

"190, qual é a ocorrência?" "Eu fui roubada" "Descreva o objeto, o sujeito e onde foi roubada" "Roubaram meu coração, moça. Eu fiquei sem ação, fiquei em choque por dias e então eu entendi o que tinha acontecido: o amor fez com que aquele rapaz roubasse meu coração e sinto que ele está sendo bem cuidado. Ele voltou dias depois e me garantiu que meu coração estava seguro e em troca do meu coração ele me deu o seu. Fiquei confusa mas aceitei o coração e coloquei no lugar onde o meu estava. Esse novo coração pulsa forte, moça, o coração pula de alegria. Eu estou me sentindo bem com ele e o rapaz me disse que está se sentindo feliz por estar com meu coração. Aquele rapaz moreno de barba sempre feita, me disse que o coração dele está feliz porque está comigo e ele me deu notícias do meu coração, moça, disse que ele estava cansado, batia sem vontade e hoje ele só falta voar de tanto que pulsa alegremente e apaixonado. Moça, eu aprendi a amar… E queira me desculpar, mas não quero registar mais essa ocorrência, ela já está registrada no meu coração."

Você pra mim é como um raio de sol que invade a janela do meu quarto depois de uma noite chuvosa, triste e fria, você é quente como esse raio de sol, você é aconchegante como um edredom recém lavado e está com cheirinho de amaciante da melhor qualidade. Você é como um chocolate ao leite, macio e bem geladinho, com pouco teor de gordura e com a quantidade de açúcar certo para não ser enjoativo, você é a felicidade de achar uma conchinha enterrada no meio da areia bem distante do mar. Você é o prazer de, depois de um dia ensolarado, ter a chuva fria tocando seu corpo e o cheirinho de terra molhada invadindo a sua casa entrando pelas janelas. Você é mais especial do que um presente frágil e importante que você ganhou fora do dia do seu aniversário, pois você não o ganhou por ter completado mais um ano de vida, foi um presente ganho por algum mérito ou talvez porque aquele presente é a sua cara[…] Você é tão especial pra mim, tão importante, tão, mais tão… meu!
Tão, mais tão… meu!

A minha felicidade está em uma pessoa, moreno, dos cabelos e olhos escuros, maxilar definido e uma barba bem desenhada e de coração puro, limpo e apaixonado igual ao meu. Em apenas uma pessoa eu consegui depositar toda a felicidade já sentida em toda a minha vida. Já tenho uns anos pesados carregados nas costas, de tristeza e sofrimento, mas que hoje nem sinto enquanto caminho ao lado dele. Parece que eu esqueci que existe tristeza, que existe mágoa, sofrimento. Que existe dor e angústia. Minha vida, desde que o conheci, é só felicidade, amor, carinho, amizade. Nunca, nos meus anos vividos, encontrei uma pessoa assim, que com um simples olhar pudesse arrancar gargalhadas e que apenas com um beijo na testa pudesse derrubar todo o muro de concreto e tijolos pesados que eu revesti em minha volta. Com uma simples palavra fazer eu flutuar nas nuvens e com um abraço fazer que eu me sinta segura de tudo o que há de ruim nesse mundo. Aquela pessoa muito especial que Deus enviou pra mim, que Ele pôs no meu caminho para que eu pudesse conhecer o lado bom da vida e peço a Ele, que nunca tire essa pessoa da minha vida, pois se não, estará retirando duas coisas muito importantes que eu descobri nesses últimos tempos: ele e a felicidade.

Eu só tenho olhos para você. E coração, cabeça e corpo inteiro. Não consigo pensar em outra coisa, outra pessoa. Não consigo sentir nem admiração por outra pessoa. É você e sempre será você o amor da minha vida, a inspiração dos meus textos de amor, o melhor dos meus sonhos. Você!
— I. Ribeiro

"Carta de Adeus

Deixo essa carta como despedida, não tive coragem de olhar nos teus olhos e dizer que eu estava partindo. Eu não ia conseguir ir embora, então não poderia fazer isso. Eu me despeço com o coração apertado, o meu coração, pois a tempos que você me devolveu sem aviso prévio, apenas me entregou. Eu já sabia que a nossa vida não ia pra frente, então decidi seguir a minha. Você andava distraído, falava pouco, nunca estava presente em corpo e quando estava, se ausentava em pensamentos. Já fui o suficiente pra você, hoje não sou nada. Eu sei que você deve ter achado que eu não iria perceber, mas me diga, qual é a mulher que não repara nas coisas? Talvez eu fosse assim, mas hoje eu sou diferente e te deixo aqui um Adeus. Não um “até mais”, muito menos um “volto logo”, pois sei que estou aliviando seu coração, menos um peso para carregar na sua vida. Sua vida. Eu já não sei o que acontece com você, na sua vida, pois você já tinha repartido o que, antes, era inseparável. Eu ainda te amo, não vou negar, eu ainda sinto vontade de te beijar como antes, sinto vontade de passar a noite acordada te fazendo carinho, mas você não corresponde mais e, me desculpe querido, mas eu não sou trouxa de dar carinho sabendo que eu não vou receber um centésimo de volta. Sim, amor é se dar, é não pedir nada em troca, mas isso cansa, poxa. Eu poderia brigar, poderia dizer que estava cansada e iria levar tudo que fosse meu, poderia rasgar suas roupas e te deixar completamente nu, dar um tapa na sua cara e te chamar de covarde por não ter terminado, mas eu não sou assim e você sabe, ou sabia, então prefiro que você leia isso e depois jogue esse papel fora, caso queria. Eu já separei minhas coisas, arrumei a mala e deixei o espaço vazio no armário, para você ocupar com as roupas de outra mulher, porque o coração você já ocupou com o amor dela. Estou secando as lágrimas pois isso dói em mim, dói saber que todo o amor que eu te dei você jogou na privada naquele dia de manhã quando disse que nada mais importava pra você… Esta carta já está longa demais, mas espero que você leia tudo para saber que eu estou indo e estou infeliz. Não sei onde vou reconstruir minha vida, talvez em Londres, tenho parentes lá e quem sabe posso casar com um homem rico que me ame e que eu posso aprender a amá-lo, mas sabia que apesar de tudo, você sempre será o amor da minha vida. Me despeço aqui e não me procure nunca, não posso ter recaída, isso vai ferir meu ego mais do que já está ferido, não quero sofrer mais por você. Me entenda. Me esqueça. Eu não deveria dizer mas eu ainda te amo. Não me procure, pelo amor que sente por ela, não me procure. Adeus.”

- Ele terminou de ler e jogou o papel fora, junto com seu telefone e uma blusa verde que ela esqueceu em cima da cama e então partiu pra casa da outra, ela curaria o resto de amor que ele sentia pela mulher que foi embora, pela mulher que marcou sua vida.

Te desejo. De dia à noite. De noite à dia.

Cansada de mendigar por amor, ela foi ser feliz e no fim, se encontrou em uma alma e a tomo para si.
— I. Ribeiro
Por que você faz isso comigo? Mexe com a minha mente, me tirando o sono, cativando meus pensamentos, invadindo-a todo segundo. E com meu corpo, a cada toque, a cada beijo meu corpo se arrepia. E com meu coração que despara quando te ver, dói quando você não está e mingua quando você deixa saudade. Quero saber a resposta, quero saber o por quê. Por favor, me diz que é por amor.
— Amar, amando, amor.

Minha camisola preferida sao suas camisas.

Hoje vou dormir com você, pode? Prometo que fico quietinha, não faço barulho para não te acordar. Juro que não puxo o seu lençol no meio da noite quando eu estiver com frio e nem te empurro da cama. Mas caso você queira, podemos fazer bagunça antes de dormir, conversar sobre o futuro, assaltar a geladeira, brincar de mordidinhas, fazer amor. Ou talvez, podemos dormir abraçadinhos, debaixo do mesmo lençol, sicronizando as respirações e sonhando, quem sabe, o mesmo sonho. Mas o que é mais importante é dormir com você e saber que no dia seguinte te encontrarei no meu lado qundo acordar…
— Amar, amando, amor.

theme: cerejadosundae. +
»